segunda-feira, 1 de novembro de 2010

we are who we are



A música favorita sempre terá a atenção de quem a aprecia de verdade.
A nossa preocupação em ter cuidado nos deixa robótico e nos cega de uma realidade alcançável ou não, mas é bom ter sempre em mente: we are realistic people!
Mas que bom é viver do nosso jeito, agir como nós mesmos e nos encontrarmos em nós e também em outras pessoas.
Interessante é conhecer outros lugares, outras pessoas, outros aromas, outras músicas e outros pontos de vista.
Que triste é se decepcionar.
Que feliz é aprender com as decepções.
Que bom é acreditar na história de outras pessoas.
Que ruim é desacreditarem da nossa história.
É triste saber que muita gente tem medo das coisas mais simples do mundo.
Um abraço, um beijo ou um aperto de mão...
O ser humano passa grande parte da vida numa busca insensante por sua completude, e por fixar-se tanto nisso acaba se perdendo em certos momentos e falhando.
Felicidade é saber que temos amigos, família, trabalho e amores.
É viver intensamente com a cabeça no lugar.
É dar valor as coisas simples.
É aceitar que nada acontece por acaso, porém que nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia!

2 comentários:

Paulo Tamburro disse...

OLÁ JULIANA.

GOSTEI DO SEU BLOG, POIS TEM TUDO QUE EU CURTO.

PARABÉNS!

UM CONVITE:

VISITE MEU BLOG DE HUMOR:"HUMOR EM TEXTO.

A CRÔNICA DA SEMANA É:

"O CARDÍACO".

EIS UM TRECHO:

"Certas pessoas carregam consigo o eterno e sombrio medo de uma doença.

São os hipocondríacos que podem ser polivalentes,quando acreditam terem dezenas de doenças simultâneas e tomam muitos e variados remédios indiscriminadamente, sem a menor preocupação de se intoxicarem.

Porém existe aquele que elege uma doença, e com ela convive o resto da vida.

O Adamastor é um caso típico."

CASO TENHA GOSTADO ATÉ AQUI, VÁ ATÉ LÁ E CONHEÇA MEU BLOG.

COMBINADO?

UM ABRAÇÃO CARIOCA!!!

Rubem disse...

Muito bom!!